jueves, 17 de diciembre de 2009

Concurso Nikon Small World escoge las mejores microfotografías del mundo


O concurso Nikon Small World premia microfotografias. Acima, a vencedora, foto da planta 'Arabidopsis thaliana', tirada por Heiti Pavez, da Universidade de Tecnologia da Estônia.



O concurso é aberto a candidatos do mundo todo. O segundo lugar, acima, ficou com Gerd Guenther, de Dusseldorf, com a foto da haste da flor da 'Sonchus asper', ampliada 150 vezes.


O Nikon Small World é realizado desde 1974. Acima, o terceiro lugar, foto de Pedro Barrios-Perez de emulsão usada na fabricação de semicondutores, com ampliação de 200 vezes.


O concurso premiou microfotografias da natureza e de elementos químicos. Acima, o quarto lugar, foto de James Hayden do ovário de um peixe-diabo, ampliado quatro vezes.


Vários brasileiros também se inscreveram. E o melhor resultado foi o quinto lugar de Bruno Vellutini, da USP, com a foto da superfície oral de uma estrela do mar, numa ampliação de 40 vezes.


O concurso foi criado para premiar melhores fotos tiradas com a ajuda de um microscópio. Acima, o sexto lugar, as escamas de peixe, ampliadas 20 vezes, foto de Havi Sarfaty.


Cerca de 2 mil fotografias são enviadas todos os anos. Acima, o sétimo lugar. foto do tricoma da espessura de um cabelo em uma trepadeira amarelinha, ampliada 450 vezes, de Shirley Owens.


A foto acima mostra fibras de algodão, ampliadas 200 vezes, e foi feita por Lloyd Donaldson, do Centro de Pesquisas de Biomateriais da Próxima Geração, Nova Zelândia. Garantiu ao cientista o oitavo lugar.


O professor Bernardo Cesare, do Departamento de Geosciência da Universidade de Pádua, conseguiu o nono lugar com esta foto de uma rocha magmática, ampliada cinco vezes.


O décimo lugar foi para a cientista Arlene Wechezak, dos Estados Unidos, com a foto que mostra algas e diatomas, ampliados dez vezes. As principais imagens serão incluídas em um calendário


Más fotos aquí

Fuente: BBC Brasil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...