sábado, 22 de mayo de 2010

Fotógrafo pasa diez años en árboles para documentar especies raras


Guido Sterkendries passou dez anos no alto de árvores em florestas fotografando espécies raras, como este sapo azul. (foto: GUIDO STERKENDRIES / BARCROFT MEDIA)


Além de fotografar cenas como esta, o belga documentou os efeitos do desmatamento em ecossistemas frágeis. (foto: GUIDO STERKENDRIES / BARCROFT MEDIA)


Esta rã de olhos vermelhos (Agalychnis callidryas) caminha sobre uma planta na floresta tropical da província de Colón, no Panamá. (foto: GUIDO STERKENDRIES / BARCROFT MEDIA)


Este macaco bugio macho foi fotografado por Sterkendries no Pantanal mato-grossense. (foto: GUIDO STERKENDRIES / BARCROFT MEDIA)


Este casal de rãs de olhos vermelhos (Agalychnis callidryas) foi flagrado acasalando durante a estação das chuvas no Panamá. (foto: GUIDO STERKENDRIES / BARCROFT MEDIA)


A couraça protetora deste grilo também chamou a atenção do fotógrafo na densa floresta panamenha. (foto: GUIDO STERKENDRIES / BARCROFT MEDIA)







Para clicar animais nunca antes vistos, o fotógrafo acampou durante semanas em árvores altas na floresta. (foto: GUIDO STERKENDRIES / BARCROFT MEDIA)


Essa espécie ainda não-identificada de centopeia foi fotografada pelo belga nas matas do Panamá. (foto: GUIDO STERKENDRIES / BARCROFT MEDIA)


Guido Sterkendries realizou na floresta de Jura, na França, um intenso treinamento para o seu projeto tropical. (foto: GUIDO STERKENDRIES / BARCROFT MEDIA)

Fuente: BBC Brasil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...