martes, 7 de febrero de 2012

Natureza e arte.


Nas mãos do artista espanhol Lorenzo Durán, as folhas podem ganhar contornos bem distintos daqueles que herdaram da natureza.
Usando uma técnica oriental, bastante disseminada na China e no Japão, que permite fazer recortes em folhas de papel, Durán resolveu picotar folhas secas de várias árvores da região onde mora, na cidade espanhola da Guadalajara.
Com o nome Naturayarte, o projeto de Durán também envolve sua família.
"Há quem use a madeira, escultores que talham as pedras e outros que usam as folhas como meio de expressão artística, coisa que me parece nova e apaixonante", diz.
Antes de picotar as folhas, Durán faz os desenhos em um molde de papel. Ele conta, em seu site, que desenvolveu a técnica sozinho.
Durán diz acreditar, no entanto, que o formato natural das folhas e outros elementos da natureza também têm seu quê de arte.
"Creio que cada objeto da natureza ou um ser vivo tem impresso em sua forma a arte em sua mais pura essência", diz.


Usando uma técnica oriental que permite fazer recortes em folhas de papel, o espanhol Lorenzo Durán resolveu picotar folhas secas de várias árvores da região onde mora, na cidade espanhola de Guadalajara. Foto: Lorenzo Durán



Pintor de formação, o espanhol diz que a técnica é “apaixonante”. O projeto também envolve a família de Durán. Foto: Lorenzo Durán



Antes de picotar as folhas, Lorenzo faz os desenhos em um molde de papel. Ele conta, em seu site, que desenvolveu a técnica sozinho. Foto: Lorenzo Durán



“Há quem use a madeira, escultores que talham as pedras e outros que usam as folhas como meio de expressão artístia”, diz o artista. Foto: Lorenzo Durán



Em seu siste, Durán pede aos interessados nas obras que atribuam preços às preças que queiram comprar. Foto: Lorenzo Durán



O processo completo consiste em colher as folhas, lavá-las, secá-las, prensá-las para, depois de tudo isso, picotá-las. Foto: Lorenzo Durán



Fonte: BBC Brasil 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...