martes, 31 de enero de 2012

Patterns in Nature: Snow and Ice


























Snowy Hills

Photograph by Jay Dickman
The sun casts shadows on snow-covered hills in North America.



Fuente: National Geographic 

Papel de parede.


Uma artista peruana se "camufla" para se tornar parte de papéis de parede floridos que são tema de sua mais recente série de fotografias.
Cecilia Paredes, que atualmente vive nos Estados Unidos, usa tecidos e tintas para se misturar aos panos de fundo de seus autorretratos.
Uma equipe de pintores pode passar até sete horas tentando acertar as cores e formas exatas em seu corpo.
O processo é tão delicado que, se a artista sorri, mexe o rosto ou fala enquanto está sendo pintada, a tinta racha e é preciso começar tudo novamente.
"Eu tenho uma equipe de assistentes. Nós acertamos a luz, a maquiagem, a ideia que queremos passar, tudo com antecedência, para que esteja tudo pronto quando estou pintada", explica Paredes.
"No início, queria que outra pessoa posasse, mas logo percebi que, para fazer tudo exatamente do jeito que eu queria, eu teria de ser o objeto."
A artista diz que a inspiração para a série de fotografias Landscapes (Paisagens) são lugares onde ela esteve ou que "perdeu" no tempo.
Como Paredes se divide entre Lima, no Peru, e os Estados Unidos, ela queria trabalhar com o tema da constante mudança de casa.
"A intenção não é ser uma 'artista escondida', mas ser parte da paisagem, dizer 'eu estive aqui'."


Uma artista peruana se 'camufla' para se tornar parte de papéis de parede floridos que são tema de sua mais recente série de fotografias. Fotos: Cecilia Paredes / Caters News



Cecilia Paredes, que atualmente vive nos Estados Unidos, usa panos e tintas para se misturar ao fundo de seus autorretratos.


Uma equipe de pintores pode passar até sete horas tentando acertar as cores e formas exatas em seu corpo.



Em algumas imagens, o corpo de Paredes é envolto por um pano.



"Eu tenho uma equipe de assistentes. Nós acertamos a luz, a maquiagem, a ideia que queremos passar, tudo com antecedência, para que esteja tudo pronto quando estou pintada", explica Paredes.



O processo de pintura é tão delicado que se a artista sorri, mexe o rosto ou fala enquanto está sendo preparada, a tinta racha e é preciso começar tudo novamente.



"No início, queria que outra pessoa posasse, mas logo percebi que para fazer tudo exatamente do jeito que eu queria, eu teria de ser o objeto."



A artista diz que a inspiração para a série de fotografias Landscapes (Paisagens) são lugares onde ela esteve ou que "perdeu" no tempo.



Como Paredes se divide entre Lima, no Peru, e os Estados Unidos, ela queria trabalhar com o tema da constante mudança de casa.



"A intenção não é ser uma 'artista escondida', mas ser parte da paisagem, dizer 'eu estive aqui'", explica Paredes

Fonte: BBC Brasil 

lunes, 30 de enero de 2012

Nadando con tiburones


Cerca de la isla de Nueva Guinea se produce un asombroso espectáculo marino: colosales tiburones ballena acechan las redes de pesca, atraídos por los cebos que les lanzan los pescadores.

Por Jennifer S. Holland
Fotografías de Michael Aw

El pez más grande que surca los mares mide unos 12 metros de largo, pesa hasta 22 toneladas y su boca es lo bastante ancha como para tragarse un coche. A pesar de su forma singular, los científicos saben poco de Rhincodon typus, el tiburón ballena. Estos colosos son tiburones de verdad: respiran a través de branquias y tienen sangre fría, como los peces. Lo de «ballena» alude a su tamaño y a su forma de comer. Es una de las tres especies conocidas de tiburón que filtran el alimento, como hacen las ballenas barbadas, nadando lentamente a través del agua rica en plancton con la boca abierta. El agua entra cargada de partículas comestibles de todos los tamaños, y sale limpia.



Foto: Michael Aw. www.michaelaw.com














Fuente: National Geographic España

Diagonales


Fotografía de Valnera

El Grito


Fotografía de Malocema

Bye


Fotografía de José Luis Gómez

viernes, 27 de enero de 2012

El Mundo de las Orquídeas Silvestres - The World of Wild Orchids


Portrait of Encyclia bractescens © Christian Ziegler
A lowland orchid from Panama



Ophrys speculum © Christian Ziegler
Each orchid species in the Ophrys genus attracts a different bee species as its pollinator. They do this by producing perfect imitations of the pheromones of the appropriate female bees. Sexual deception is a technique used by a number of different orchids to attract pollinating insects. Sardinia, Italy



Donkey orchids (Diuris sp.) in Kings Park in Perth © Christian Ziegler
Donkey orchids are food deceptive: they lure in bees and other nectar feeding insects by looking like nectar rich legumes that live in the same habitat



Bird orchid (Pterostylis sp.) © Christian Ziegler
Bird orchid (Pterostylis sp.) in its habitat, an old groth Shea Oak forest.



Caladenia discoidea © Christian Ziegler
Studio portrait of Caladenia discoidea, one of the bee orchid species. Western Australia



The Bucket Orchid © Christian Ziegler
The intricately designed flower of this variety effectively functions as a bee trap: As a male bee tries to collect the flowers scent, it slips down the inner walls of the blossom, eventually ending up in the sticky liquid at the bottom of the bucket. Unable to fly with wet wings, the bee tries to crawl up the inner wall. The only area with traction leads right to the entrance of a narrow tunnel. As the bee squeezes through the far end, pollinium are attached to its back, which, when inadvertently delivered by the bee to another bucket orchid, will complete the process of pollination.



Masdevallia reginas© Christian Ziegler
Masdevallia reginas rotting aroma is perfume to its pollinator, a tiny carrion fly. Cerro Punta, Panama.



Catasetum viridiflavum© Christian Ziegler
A male orchid bee approaches a sweet-scented Catasetum viridiflavum. Barro Colorado Island, Panama



Epidendrum radicans © Christian Ziegler
Epidendrum radicans being pollinateed by a Heliconius butterfly. Panama.



King spider orchid (Caladenia pectinata)© Christian Ziegler
King spider orchid (Caladenia pectinata) being visited by its pollinator, a male parasitic wasp which is attracted to the flower by a faux female wasp pheromone.



Eleanthus sp.© Christian Ziegler
Eleanthus sp.being pollinated by a male magnificent hummingbird. The orchidâ's violet-colored pollen package can be seen at the tip of the hummingbirds beak. Most bird-pollinated orchids haveevolved dark pollinia because the usual yellow ones would be easily seen and probably groomed off by the birds. Finca Dracula, Panama



Coelogyne sp. Poring Hot springs © Christian Ziegler
Sabah, Borneo


Fuente: National Geographic

Photos by VESELIN MALINOV


My name is Veselin Malinov, 29 years old, born in Sofia, Bulgaria. I graduated in psychology and I do photography for fun, but more serious for 2 years now.
We’d like to thank Veselin for sharing his photos. You can check out more of his work on his website.






























Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...